sexta-feira, 24 de março de 2017

Vôlei Brasil Kirin e MOC se Enfrentam pela Segunda Vez nos Playoffs da Superliga 2016-2017

Em jogo válido pela segunda rodada dos playoffs da Superliga 2016-2017, Montes Claros vai até Campinas para enfrentar os anfitriões e empatar a série melhor de cinco. O desafio é grande, mas a julgar pelo primeiro confronto qualquer resultado é possível. 

Montes Claros e Vôlei Brasil Kirin se enfrentam pela segunda vez nas quartas de final. Montagem: Orkutorcida.
Se tem algo que podemos afirmar sobre as quartas de final entre Montes Claros e Campinas é que nós não sabemos o que vem a seguir, tudo pode acontecer. As duas equipes se mostraram muito parelhas no primeiro jogo, estudaram bastante uma a outra. TODOS OS SETS foram vencidos por uma diferença mínima de dois pontos, tamanha foi a rivalidade. Detalhes definiram o vencedor Vôlei Brasil Kirin, mas foi só o primeiro confronto de uma melhor de cinco. São necessárias três vitórias para se definir um semifinalista e nosso time está bem vivo na competição.

Paralelamente, podemos dizer que o Montes Claros também tem a missão de deixar a fase dos playoffs da Superliga 2016-2017 mais interessante, porque até agora os resultados foram bem previsíveis em se tratando dos que venceram as partidas. Os jogos mais equilibrados foram entre Sesi e Minas, sendo que os paulistas precisaram levar o primeiro duelo para o tie-break, depois de estar perdendo por 2x0, dentro de casa. Os mineiros ainda tiveram a chance de fechar no 14x12, mas perderam por 18x16. No segundo jogo deu Sesi novamente, desta vez por 3x1. Entre Sada/Cruzeiro e Canoas, os celestes levaram a melhor por 3x0 e 3x1; entre Taubaté e Juiz de Fora, os paulistas venceram por 3x0 e 3x1 também.

A segunda partida entre MOC e Vôlei Brasil Kirin acontece neste sábado (25/03), às 14h10, em Campinas. O jogo será transmitido ao vivo pela RedeTV! e estamos na torcida, mesmo de longe. #GOMOC.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Na Partida Montes Claros 1x3 Vôlei Brasil Kirin, Robinho é o 17º MVP da Torcida 2016-2017

O início das quartas de final entre Montes Claros e Vôlei Brasil Kirin foi como todos esperavam: disputado ponto a ponto. Todas as parciais terminaram com a diferença mínima de dois pontos, mas o MOC só conseguiu vencer o segundo set (23x25, 27x25, 25x27 e 23x25). Vitória por 3x1 para os paulistas no primeiro jogo, em uma melhor de cinco. O Viva Vôlei foi para o oposto Rivaldo, que também foi o maior pontuador, com 20 pontos. O MVP da Torcida 2016-2017 foi para o nosso central Robinho, com 43% dos votos.

Robinho é o 17º MVP da Torcida 2016-2017. Montagem: Orkutorcida.
A expectativa era grande para a partida entre Montes Claros e Campinas no primeiro jogo das quartas de final. Os paulistas, que terminaram em quarto na fase classificatória, optaram por fazer o primeiro duelo no território adversário, os dois seguintes em casa, o quarto em MOC (se tiver) e o quinto em São Paulo, caso seja necessário. A julgar pelo primeiro jogo, esse confronto pode não terminar em 3x0. Mesmo que o resultado tenha sido 3x1 para o Brasil Kirin na primeira apresentação, a rivalidade foi grande.

Montes Claros jogou muito bem, a única frustração foi ter sofrido a virada no quarto set, mas o time está entrosado novamente, estudou bastante os campineiros e o resultado positivo só não veio por questões de detalhes. Entre os destaques da partida, selecionamos Bob, Murilo e Robinho. O central foi eleito por uma maioria (43%) como o 17º MVP da Torcida 2016-2017.

Resultado do 17º MVP da Torcida 2016-2017: Bob, Murilo Radke e Robinho. Montagem: Orkutorcida.
Robinho ficou um bom tempo ausente das quadras por conta de lesão, mas agora que está 100% de volta mostrou a importância que ele tem para o time. Com saque flutuante muito bom, ataque potente e bloqueio eficiente, o atleta é de vital importância para essa fase decisiva da competição. Não podemos esquecer também da partida espetacular do jogador no Sul-Americano, contra o Bolívar, onde ele jogou no sacrifício e ainda assim ajudou o time a chegar ao tie-break contra os experientes argentino.

Parabéns pela conquista, Robinho! E que a vitória possa vir no segundo confronto. Estamos na torcida! #GOMOC.

sábado, 18 de março de 2017

Papo na Rede com Luan

Olá, internautas! Mais um Papo na Rede na temporada, desta vez com o nosso oposto destaque da Superliga 2016-2017: Luan Weber. Na entrevista falamos sobre seu desempenho na competição, sobre o carinho recebido pela torcida, os vícios que ele tem, o que vai fazer se for convocado pra seleção e fizemos o atleta até fazer uma promessa caso o Montes Claros avance para as semifinais, fora o segredo que teve que revelar. De verdade, este provavelmente foi o melhor bate-papo na temporada, torcida! Vale a pena conferir...

Papo na Rede com Luan Weber, Montes Claros Vôlei 2016-2017. Montagem: Orkutorcida.
Assista ao Vídeo da Entrevista


Leia a Entrevista Transcrita

Luan Weber. Foto: MCV.
Domingo (19/03) é o primeiro jogo dos playoffs e o adversário do Montes Claros vai ser o Campinas. Os dois sempre protagonizam bons jogos na competição. Como estão os preparativos e a expectativa?
A hora boa chegou, não é? (Risos). Os playoffs estão aí. A equipe do Campinas é nivelada com a nossa. Nós temos um patamar de jogadores mais novos e eles de mais velhos. Os confrontos da fase classificatória foram bem acirrados. Tivemos alguns estudos relacionados a isso, de partes positivas que fizemos e partes negativas, mas pensando mais nas positivas, principalmente aquelas dentro de casa, naquele jogo de 3x1. Creio eu que foi um dos melhores jogos que fizemos, tirando o do Taubaté, por exemplo. Mas voltado a isso nós temos uma cabeça muito boa e perspectivas muito boas pra conseguir essa vitória, que vai ser muito importante pra gente.

Desde Lorena, nós não temos um oposto que está tão bem ranqueado entre os maiores pontuadores da Superliga, e você terminou a fase classificatória em terceiro lugar, com 313 pontos; gosta de afrontar adversário, vibra dentro de quadra... quer dizer, é tudo que a torcida procura. Que que você achou dessa trajetória sua e sobre a comparação com o maior ídolo que o Montes Claros já teve: sente alguma pressão?
Lorena eu o acompanhei desde a minha base e acho que ele é um jogador que põe "a veia" dentro de quadra (risos). Isso aí é uma parte individual muito bem vista, são poucos jogadores que exercem esse papel. Minha posição de oposto é uma posição mais solta. Eu costumo dizer que é o cara que "resolve os pepinos". Seja qual bola for a gente tem liberdade de errar e eu coloco uma garra que eu vi que eu busquei, principalmente no Lorena. Pela passagem que ele teve aqui em Montes Claros eu penso que tinha que ter isso novamente, buscar resgatar nem que fosse na mesma posição, ou se alguém tivesse fazendo esse papel seria muito bacana. Lorena foi muito feliz naquele ano, não é? Fizeram a final e foi o maior pontuador da Superliga. Ele é uma pessoa que buscou algo muito grande e eu estou fazendo o meu papel. Sempre fui assim, desde moleque, desde a base, buscando vibração. Às vezes isso impulsiona o time e também ajuda a trazer a torcida para o nosso lado.

Oposto Luan. Foto: Fredson/MCV.
É muito complicado a gente falar de renovação, porque envolve muitos fatores, não gostamos de pressionar o atleta... mas você já renovou? (Risos).
(Risos) Não, ainda não conversei nada não, porque tem um foco aí para cumprir ainda.

Brincadeira. Mas qual o seu nível de satisfação de vestir a camisa do Montes Claros? Como você analisa a temporada até agora?
Pelo meu meu histórico, nos dois últimos anos que passei em Maringá, com lesão, foi algo que não esperava. Montes Claros apareceu em um momento que eu estava voltando a aparecer em cenário nacional. Voltar a trabalhar com Marcelinho, com o qual já trabalhei anos atrás, por duas temporadas. E conversando com amigos que já jogaram aqui a gente acaba pegando informações. Montes Claros me recebeu muito bem, principalmente a torcida, achei isso muito bacana, eu sempre busco estar trabalhando ao lado, tentando trazer, e aqui é a maior média de público, isso é muito bacana. Estou muito feliz de estar aqui este ano e tem tudo pra dar certo mais pra frente também, a gente vai conversar sobre isso ainda (risos). Mas estou muito feliz.

Luan e torcida de Montes Claros.
Inclusive, com essa performance sua, você tem tudo para estar na seleção brasileira em breve. Você é novo, tem o perfil que o Brasil precisa. E se você fosse convocado hoje, como reagiria à notícia?
É difícil falar sobre esse ponto. Eu passei por seleção de base, fiz meu papel independente de resultado e creio eu que seleção seja mais consequência. É claro que valoriza, é algo muito bacana, mas é consequência do trabalho que fazemos aqui dentro. Vai refletir da temporada que eu estou fazendo. Se terminar bem e (a oportunidade) aparecer? Show, vai ser muito bem-vinda. Um degrau a mais que vou subir na minha carreira. É algo que eu almejo ainda, mas tem opostos muito bons aí na competição, o Renan, que está aparecendo bastante, por exemplo. Enfim, são pessoas de níveis maiores que a gente está disputando. Isso vai ser uma consequência. Vou ficar muito feliz se isso acontecer, mas eu tenho que pensar no meu papel em Montes Claros.

Weber. Foto: MCV.
Com relação ao carinho da torcida: o que achou do apelido de "doidão"?
(Risos) Olha... eu acho que tem a ver com o papel que estou exercendo dentro de quadra. Eu faço um ponto eu puxo a camisa, o cabelo... é um pouco meu perfil. Até os próprios amigos do time me chamam: "Luan, você é doido demais!".

Só pra ressaltar: isso é um elogio! (Risos).
(Risos) Não, mas eu me prego alguns apelidos, eu acho até bacana. As pessoas vão lembrar: "Ah, você é o Luan doidão, lá de Montes Claros".

Inclusive você veio de Maringá, que também tem uma torcida muito participativa. O fator torcida é algo que te influencia a fechar com o clube ou foi só uma coincidência?
O fator torcida tem os dois lados da mesma moeda, não é? É bacana jogar contra, por exemplo nesse jogo em Juiz de Fora, onde já joguei e a torcida caiu em cima de mim demais, porque eu fazia o ponto e virava pra galera. Mas o carinho que a gente tem por passar em um clube ajuda. Você é bem recebido, é bem tratado e a partir do momento que você vai exercer seu papel dentro de quadra a torcida reconhece. Então temos que saber reconhecer também o papel que a torcida faz, que é muito bacana. O que é de um clube se não tem a torcida? Isso gira em torno de qualquer esporte. Em Montes Claros foi uma das torcidas que eu mais gostei. No jogo do Cruzeiro, por exemplo, 7.000 pessoas dentro do ginásio e eu não conseguia escutar nem o que Marcelinho estava falando, eu tinha que chegar muito perto dele. É a maior torcida que eu já passei com certeza, em termos de força e vibração. Maringá também foi uma passagem muito boa, teve uma média de público muito boa. Me receberam muito bem, fiz grandes amizades lá, assim como aqui e tem que continuar exercendo esse papel. A torcida é um dos fatores fundamentais que impulsiona a gente dentro de quadra pra vencer e darmos sempre o melhor.

Esse jeito "elétrico" seu dentro da quadra é também assim no dia a dia? Você tem essa hiperatividade?
Ah, eu sou, totalmente (risos). Às vezes está todo mundo reunido aqui, calado, eu vou lá e dou um cutucão no outro só para incomodar mesmo. Às vezes até um treino, antes do jogo, algumas coisas você não consegue fazer da forma correta ou alguém está cansado e você dá uma agitada. Nem sempre as coisas funcionam dessa forma e eu tento dar um padrão pra saber quando o atleta vai agir da mesma forma, eu sou assim. A todo momento, até com a minha esposa em casa, eu incomodo ela demais.

Tatuagens de Luan: marca negra, hipogrifo e coruja de HP.
Agora nós vamos para uma parte da nossa entrevista, um momento mais tenso, onde a gente quer saber de você a revelação de um segredo. Muitos de nós, torcedores, crescemos assistindo à saga Harry Potter. E enquanto fanáticos não deixamos de notar que você tem a marca negra em seu braço. Então, está na hora de revelar: você é seguidor de Você-Sabe-Quem? (Risos).
Não (risos), apesar de simpatizante. Mas sou fã também, tenho supercoleções de livros da saga e há dois anos eu resolvi fazer a tatuagem da marca negra. É um negócio que eu gosto. Tatuagem é algo que a gente faz que é muito da pessoa.

No caso dessa, como surgiu a ideia e o que significa para você exatamente?
São duas coisas na verdade. Eu sou fissurado em caveira. Não fiz porque de repente como atleta a imagem pegaria um pouco mal, sei lá. Eu gosto de cobra também. São bichos que eu gosto e inclusive coincidiu com juntar as duas coisas (na marca negra). Foi também relacionado ao filme do Harry Potter, tanto que eu tenho a coruja e tenho o grifo, que é metade águia e metade leão. Sou muito fã mesmo.

Perguntas mais rápidas para finalizar:
SUA CASA DE HOGWARTS: Grifinória (risos);
HOBBY: airsoft;
VOCE NÃO FICA UM DIA SEM: minha cachorra, sou apaixonado com ela. Quando viajo fico com o coração na mão por causa dela e da Camila (esposa);
SUPERSTIÇÃO: fazer manchetão em dia de jogo, senão parece que nada dá certo;
UMA VIRTUDE QUE VOCÊ ADMIRA: a garra, a vibração. Em tudo que você vai fazer tem que ser determinado, objetivo.
ÍDOLO: meu pai, sempre trabalhador, nunca deixou faltar nada pra gente. Minha família.
UMA PROMESSA SE MONTES CLAROS PASSAR PRAS SEMIFINAIS: (risos) sei lá, pintar o cabelo das cores do Montes Claros: verde e amarelo, talvez? Metade metade? (Risos). Pode ser, se passar eu pinto, vou jogar com o cabelo pintado.

Luan Weber é entrevistado pela Orkutorcida. Foto: Orkutorcida.
Sem dúvida uma conversa muito descontraída com o nosso oposto, que foi superatencioso em nos receber e responder às perguntas da Orkutorcida. Somos fãs do atleta e ficamos mais ainda após esse bate-papo. Já deixou sua marca na história do Montes Claros e tem tudo pra brilhar mais ainda nos playoffs. Agradecemos mais uma vez pelo bate-papo, Luan! Grande abraço da Orkutorcida.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Bolão Superliga 2016-2017 - Fim da Fase Classificatória

Mais uma rodada de surpresas e testes na Superliga e quase nenhum competidor se deu bem na pontuação. Assim, pouco mudou nessa última rodada da fase de classificação e a disputa pelo visto vai ser decidida apenas no fim da Superliga, quando todos os jogos estiverem somados e os campeões definidos. Confira como ficou o TOP 10:

TOP 10 do Bolão da Superliga 2016-2017 com o fim do returno, Montes Claros Vôlei. Montagem: Orkutorcida.

Resultados da 11ª Rodada da Superliga 2016-2017

São Bernardo 1x3 Minas;
Canoas 2x3 Bento;
Maringá 3x1 Montes Claros;
Caramuru 1x3 Sesi-SP;
Juiz de Fora 3x2 Taubaté;
Sada/Cruzeiro 3x0 Vôlei Brasil Kirin.

Classificação Geral do Bolão da Superliga 2016-2017

Confira o ranking atualizado com o fim do returno do campeonato nacional:


1.       
Farley Patrício Alves dos Santos
217
2.       
Marcos Teodoro Rezende
213
3.       
FAGNER DE SOUZA FERREIRA
208
4.       
MARCUS VINICIUS LOPES DE OLIVEIRA
206
5.       
Guilherme Oliveira Silva
204
6.       
Tatiana Mendes Fontes
204
7.       
JULIO CESAR MENDES FONTES
203
8.       
LUCIANO CARVALHO DE ALMEIDA
201
9.       
Valdecir Procópio Chagas
198
10.    
Vinícius Emanuel Silva
195
11.    
Francílio M Lucas
194
12.    
DELLY LINK SCHMIDT
193
13.    
Maria Cristina dos Santos
193
14.    
Matheus Santos Dias Xavier
193
15.    
Rodrigo Costa Lima
192
16.    
Antonio Carlos Link
191
17.    
JOSE HORACIO MENDES JUNIOR
191
18.    
Matheus Augusto Starling C. Santos
191
19.    
Natan Rezende Silva
191
20.    
Carlos Alberto Correa
190
21.    
Marcos Filipe Soares Oliveira
190
22.    
Ana Cristina Caldeira
189
23.    
Samuel Scarcela e Souza
188
24.    
Bruna de Oliveira
187
25.    
Pedro Samuel Alves Fonseca
187
26.    
Anderson Veloso Chagas
186
27.    
PENINA DE FRANCA BERTINE
186
28.    
Weberth Alves Rodrigues
186
29.    
Higor Gomes Freitas
185
30.    
OLAVO MENDES QUEIROZ
184
31.    
Ana Paula Nunes
181
32.    
NATAN LINK SCHMIDT
181
33.    
Ricardo Rodrigues Fernandes
181
34.    
Felipe Callado Silva
180
35.    
Claudio Roberto Alves Dos Santos
179
36.    
Nilson da Silva Rocha
179
37.    
Hamilton Morais junior
178
38.    
Alexandro Ferreira de Jesus
169
39.    
Jossimar Rodrigues Vieira
168
40.    
Emanoel Lopes Ferreira
164
41.    
RENI SCHMIDT
164
42.    
Sérgio Brito Almeida
164
43.    
THIAGO GUERRA DE BRTIO
164
44.    
Pedro Henrique Moreira Silva
161
45.    
Augusto Yan Rodrigues de Oliveira
160
46.    
Lorrainy Soares Durães
153

quarta-feira, 15 de março de 2017

Cresce o Número de Partidas Transmitidas do Montes Claros Vôlei

Fizemos um levantamento do número de partidas com transmissão garantida para o Montes Claros na temporada 2016-2017 e dados apontam que houve um crescimento de 100% no número de jogos assistidos pela TV, mas que ainda pode crescer se o time prosseguir nos playoffs. A torcida, o desempenho da equipe e a organização do projeto estão diretamente relacionados a esse crescimento.

Montes Claros mais uma vez surpreende na Superliga 2016-2017 e tem mais partidas transmitidas. Montagem: Orkutorcida.
O que faz um time se tornar atrativo para investimento: torcida, performance, organização ou exposição da marca? Um pouco de cada. Mas a divulgação, principalmente em canal televisivo, é de vital importância para o retorno financeiro dos patrocinadores. Se um time é bem comentado nos veículos de informação e transmitido muitas vezes para o Brasil, as marcas que o apoiam passam a se consolidar ou se tornar conhecidas também, fortalecendo a parceria e provocando vida longa ao projeto. Comparando com a temporada 2015-2016, o número de partidas transmitidas do Montes Claros Vôlei em 2016-2017 já supera, e muito, os dados de antes.

Na temporada passada, foram apenas 4 jogos transmitidos pelo Sportv na fase de classificação e 2 em fase final, todos eles na Superliga. Na temporada atual, com a entrada da RedeTV! nas transmissões dos jogos e a popularização do Youtube e Facebook live, o número do MOC vai subir, até o final da temporada, no mínimo de 6 para 18 jogos transmitidos, sendo 8 no referido canal fechado (6 na fase classificatória e 2 nas quartas de final), 4 no canal aberto (2 na fase de classificação e 2 nas quartas de final), todos estes na Superliga, isso porque, como os playoffs serão melhor de cinco, pelo menos mais três jogos do Montes Claros já estão garantidos na televisão; ainda teve 6 transmissões na internet: duas no Campeonato Mineiro e quatro no Sul-Americano, o qual o MOC sediou. Nesse cenário, o programado de 12 transmissões em TV pode subir caso a equipe avance para as semifinais. 

Comparativo dos jogos transmitidos do Montes Claros nas temporadas 2015-2016 e 2016-2017. Tabela: Orkutorcida.
A popularização do live streaming é uma grande responsável pelo aumento considerável do número de transmissões e deve ser uma tendência para a próxima Superliga, conforme já anunciado pela CBV, que sentiu a pressão dos internautas sobre a falta de transmissão de vários jogos do campeonato. Portanto, o vôlei pode se tornar ainda mais rentável para a próxima temporada, inclusive para o Montes Claros, que atrai audiência fácil devido à sua fanática torcida e isso consequentemente chama a atenção dos canais de TV, por exemplo.

Claro que, no final de tudo, o desempenho do time e a boa organização do projeto são fundamentais para justificar a transmissão de um jogo, mas isso o Montes Claros vem fazendo bem. Mesmo com o sétimo ou oitavo melhor investimento da Superliga, a equipe mais uma vez terminou em quinto na fase classificatória e a gestão segue dando exemplo. Que os patrocinadores enxerguem, ou continuem enxergando, esse sucesso e não deixem de apoiar o vôlei em 2017-2018. A audiência agradece! #GOMOC.